Situado no município se São Gonçalo, Estado do Rio de Janeiro, com 534 metros de altitude e considerado o ponto mais alto do município o Alto do Gaia, fica  na área rural do bairro Santa Izabel e será a primeira Reserva Particular de Patrimônio Natural (RPPN) do município. O secretário municipal de Meio Ambiente, Ricardo Harduim, reuniu-se na última sexta-feira (17/04) com o empresário Altineu Côrtes, dono da Fazenda Santa Edwiges, onde fica o local para obter a autorização para transformar o trecho do terreno, de aproximadamente 900 mil m² em área de proteção ambiental.

O Alto do Gaia se localiza no segundo distrito da cidade, com uma bela vista de toda a região. Consegue-se observar de lá de cima São Gonçalo, Itaboraí e Maricá. Além da Área de Proteção Ambiental (APA) de Guapimirim, que embora tenha esse nome, o seu início na verdade é em São Gonçalo e atinge ainda Itaboraí, Magé, Guapimirim entre outras cidades vizinhas. O Alto do Gaia faz parte da Serra de Itaitindiba, e é muito visitado por mochileiros, que praticam saltos de asa-deltas na região.

Cortes contou que dentro de suas terras funciona a pedreira francesa Lafarje, mas, que não compromete o meio ambiente. “Tenho grande preocupação com a questão ambiental. A Fazenda tem 25 milhões m². A nossa vocação é minerada. A casa foi construída há mais de 100 anos. Durante a semana recebemos grupos escolares e de escoteiros. Recebo a família nos fins de semana. Atrás da fazenda tem a Serra de Cassorotiba, no limite com Itaboraí e do outro lado, a Serra do Rebentão, que do outro lado dá em Niterói”, citou o fazendeiro.

Toda a região de Itaitindiba, você pode visualizar na reportagem realizada pela TV WIN abaixo:

 

 

Comentários

comentários

Deixe uma resposta