aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa1Graças a reativação dos centros cirúrgicos do Pronto Socorro do Alcântara, a secretaria de Saúde de São Gonçalo conseguiu por um fim na fila de espera por uma cirurgia eletiva. Nos últimos três anos foram 2.705 procedimentos realizados.

Duas vezes por semana, após passar por consultas e exames pré-operatórios, o paciente é avaliado por uma equipe de cirurgiões. Entre os procedimentos realizados estão as cirurgias de hérnias, vesículas, bucomaxilofacial (para pacientes especiais), dermatológicas e pequenas cirurgias (lipomas e cistos).

“Quando assumimos a direção da unidade em 2013 a fila de espera para marcar a cirurgia era muito grande. Existiam pacientes que aguardaram anos tentando marcar. Muitos desistiram devido à demora e tivemos que procurá-los e atualizar os exames para realizar os procedimentos. Atualmente conseguimos diminuir a fila de espera, são cerca de 80 cirurgias por mês”, declarou o diretor do Pronto Socorro do Alcântara, Roberto Lobosco.

O aposentado Valdomiro Leopoldino da Silva, de 65 anos, morador do bairro de Vista Alegre, passou por uma cirurgia de hérnia inguinal nesta segunda-feira (15) e elogiou o atendimento.Alunos de SG assistirao os jogos olimpicos  (2)

“Sempre trabalhei em obras, pegando muito peso. Comecei a sentir um grande desconforto na virilha. Foi diagnosticada, então, uma hérnia inguinal e comecei fazer os exames pré-operatórios. Estou sendo muito bem atendido”, declarou.

Alunos de SG assistirao os jogos olimpicos  (1)O filho dele, Vagner de Lima, que o acompanhava também elogiou: “A equipe médica é muito competente, a estrutura do Pronto Socorro é ótima e o atendimento com extremo profissionalismo”.

A estudante Amanda Cristina dos Santos, de 14 anos, estava à espera da cirurgia de queloíde junto a sua madrasta Vanessa Lima.

“Esperei apenas dois meses, entre exames e consultas, para marcar a cirurgia. Foi muito rápido. Estou prestes a entrar no centro cirúrgico. Estou muito ansiosa e feliz por realizar a retirada dos queloides nas duas orelhas”, afirmou.

Comentários

comentários

Categoria

Notícias

Deixe uma resposta