itacoa

Confirmado para o mês de junho, o Itacoatiara Pro chega à sua quinta edição no calendário do mundial de bodyboarding. O evento, que será a terceira etapa do torneio, acontece entre os dias 16 e 26, reunindo a nata da modalidade em uma das praias mais completas para a realização do esporte.

“Essas ressacas nos proporcionaram cair todos os dias com duas entradas.” – comentou o niteroiense Dudu Pedra, que teve como melhor colocação no Itacoatiara Pro, o terceiro lugar em 2013.

O evento será realizado pelo quinto ano consecutivo com o apoio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer de Niterói, e irá oferecer mais de R$ 100.000,00 reais em prêmios. O secretário de Esporte e Lazer de Niterói, Bruno Souza, comentou o apoio ao evento.

“O Itacoatiara Pro é tradição e o bodyboarding é um esporte muito forte em Niterói. Ficamos muito felizes em apoiar esse evento que fomenta toda a região e o turismo com a vinda de tantos atletas. Terá sempre o nosso apoio”

Após correr as ondas de Pipeline, no Havaí, e Teahupoo, no Taiti, o circuito  desembarca em Niterói. Todavia, diferente de Pipeline e Teahupoo, Itacoatiara vem com novidades que prometem agitar a janela de disputa.

Além dos melhores atletas masculinos, o evento será também o primeiro do ano a receber os atletas do Pro-Junior, que tem como atual campeão mundial o carioca Sócrates Santana, além da inclusão da categoria Profissional Feminino.

Desta forma, há expectativa de grandes nomes do esporte na disputa pelo título, como a capixaba Neymara Carvalho, pentacampeã mundial, a cearense Isabela Sousa, tricampeã do tour, além da atual bicampeã mundial, Alexandra Rinder, das Ilhas Canárias. Não podemos esquecer das niteroienses Paola Simão, Maria Helena, Mariana Motta e Camila Sampaio, que devem ser algumas das locais na disputa pelo título em Itacoatiara.

Amaury-no-podio-do-Itacoatiara-Foto-Tony-Dandrea-e1436306775585Na última edição do Itacoatiara Pro, o campeão foi Amaury Lavernhe, das Ilhas Reunião, enquanto o havaiano Tanner McDaniel venceu na Pro-Junior, superando o carioca Matheus Bastos em uma decisão incrível. O brasileiro mais bem colocado foi o local Kalani Lattanzi, terceiro colocado.

Comentários

comentários

Deixe uma resposta