Policiais civis e Ministério Público cumprem hoje (10) 11 mandados de prisão temporária contra suspeitos de integrar um grupo miliciano na Baixada Fluminense. Também estão sendo cumpridos 22 mandados de busca e apreensão em endereços do grupo, que atua na comunidade de Vila Urussaí, no município de Saracuruna.

O objetivo da ação é encerrar uma disputa territorial motivada pelo controle da distribuição e venda de gás e TV a cabo. O grupo é suspeito de provocar diversas mortes na região, além de extorquir comerciantes, furtar combustível e praticar agiotagem (empréstimo ilegal de dinheiro a juros altos).

Entre os procurados está Guilherme de Souza Barbosa, indiciado pela Polícia por integrar a milícia e suspeito de diversos homicídios. Ele teria relações familiares com Denílson Silva Pessanha, o “Maninho do Posto”, ex-vereador de Duque de Caxias, acusado de chefiar uma quadrilha que desviava combustível dos dutos da Transpetro para revenda ilegal.

Fonte: Agência EBC Brasil

Comentários

comentários

Categoria

Notícias

Deixe uma resposta