restauO prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, anunciou na manhã desta quarta-feira (28/12) – durante cerimônia de assinatura do convênio com a Secretaria estadual de Cultura para o patrocínio da Biblioteca Parque da cidade em 2017 – que o primeiro ato de seu novo governo será a reabertura do Restaurante Popular Jorge Amado, que pertence ao governo estadual, no próximo dia 2 de janeiro.

Segundo o prefeito, serão investidos cerca de R$ 3 milhões por ano no restaurante, que foi fechado este mês. Segundo ele, é inaceitável que o local fique sem funcionar se há milhares de pessoas dependendo dele para se alimentar.

“Isso reflete a preocupação da nossa gestão com os que mais precisam. O primeiro ato do meu primeiro mandato foi reabrir a emergência pediátrica do Getulinho, que estava fechada. É inaceitável em um momento de grave crise, onde as pessoas estão ficando desempregadas, passando muita necessidade, o restaurante popular tenha sido fechado. Ele mata a fome de milhares de pessoas, inclusive de servidores públicos de várias cidades e do Estado. Precisamos olhar por todos e proteger as pessoas que mais precisam. Vamos apertar os cintos, reduzir cargos comissionados, revisar contratos, promover ajustes estruturais, um novo ciclo de reformas para melhorar a administração pública mas nunca vamos deixar de atender e olhar para aqueles que  mais sofrem com essa crise geral. O restaurante popular será reaberto, inclusive, com um atendimento melhor”, declarou.

Segundo dados da Secretaria Estadual de Assistência Social e Direitos Humanos, o Restaurante Popular Jorge Amado serve diariamente 750 cafés da manhã e 2.250 refeições. O café da manhã vai das 6h às 9h e o almoço das 10h às 15h.√

 

Comentários

comentários

Deixe uma resposta