1-5

O vermelho do Acadêmicos do Salgueiro mais uma vez predominou na Avenida Marquês de Sapucaí. Quarta escola a desfilar na segunda noite de desfiles do Grupo Especial do Rio de Janeiro, a agremiação passou pelo Sambódromo com fantasias luxuosas que desafiaram a crise financeira deste Carnaval. Para 2018, o Salgueiro apostou novamente em um enredo afro, desta vez dedicado às mulheres. “Senhoras do Ventre do Mundo” foi desenvolvido pelo carnavalesco Alex de Souza.

A agremiação homenageou diversas mulheres negras com importância histórica. Algo bem interessante foi o último carro da escola que trouxe uma alegoria em referência à escultura Pietà de Michelangelo. Ao invés dos traços europeus da obra original, a escola desfilou com uma Pietà negra. No carro também tinham trechos do livro “Quarto de Despejo” de Carolina Maria de Jesus. Catadora de papel, Carolina foi uma escritora negra que teve seu diário publicado; e que não é reconhecido pela Academia Brasileira de Letras.

OUÇA O SAMBA ENREDO DE OUTRAS ESCOLAS:

Comentários

comentários

Categoria

Notícias

Deixe uma resposta