TOCHADepois de passar pelos 4 cantos do país, visitar 324 cidades e ser conduzida por 12 mil brasileiros, a tocha olímpica seguiu nesta quarta-feria (03) para o seu destino final, a cidade do Rio de Janeiro. A chama partiu da cidade de Niterói e cruzou a Baía de Guanabara de barco até à Escola Naval. Momentos antes, a chama foi transferida para uma embarcação da Marinha do Brasil e ao som de “Cidade maravilhosa”, a lamparina aportou em território nacional e foi entregar ao prefeito Eduardo Paes pelos irmão iatistas Lars e Torben Grael.

No Rio, o prefeito Eduardo Paes deu início ao revezamento antes da tocha embarcar no VLT, na Estação do Aeroporto Santos Dumont em direção à Cinelândia, onde o gari Renato Sorriso estava esperando. O tour no Rio foi encerrado na Cidade do Samba.

E a festa não para. Nesta quinta-feira as comemorações continuam apenas na capital, já que o prefeito Eduardo Paes decretou feriado. A previsão é que as ruas por onde a tocha passará sejam fechadas uma hora antes e partir das 8 horas, começará o revezamento na orla do Recreio e da Barra. O destaque do início da festa será do surfista Rico de Souza, que vai segurar o fogo olímpico sobre as ondas da Praia da Macumba, no Recreio.

Na sexta, dia da abertura, a previsão é que depois das 8h o comboio da tocha saia da Praia de Botafogo e siga até a Gávea. Em seguida, a cerimônia recomeça da Praia de São Conrado, seguindo por toda a orla da Zona Sul até a Praia de Copabana, na altura da Avenida princesa Isabel. Rodrigo Pessoa, medalhista olímpico, será o último condutor da tocha.

Comentários

comentários

Deixe uma resposta