A praia vai reviver os tempos do famoso trampolim. Isto será possível com a construção de uma nova plataforma especificamente para etapa do Red Bull Cliff Diving
Na década de 50 e 60 os rapazes, não tão musculosos como os de hoje , davam seus saltos acrobáticos em plena Praia de Icaraí. Apagou-se da memória aquele que era um point para os mais corajosos que se aventuravam em braçadas pelas águas da mais bem frequentada praia do município. Em setembro, a memória de muitos niteroienses e para o deslumbre daqueles que não conheceram terá um trampolim em plena praia. É claro que as águas não são as mesmas daquela época onde os banhistas se misturavam com golfinhos que chegavam até a areia mas os saudosistas darão um pulo no passado para reviver uma época em que a praia de Icaraí atraía banhistas de toda a região interessados em prestigiar seu famoso trampolim. A  construção de uma nova plataforma especificamente para etapa do Red Bull Cliff Diving, campeonato mundial de salto de penhasco, que acontecerá nos dias 27 e 28. Niterói é a primeira cidade da América Latina a sediar a disputa.
A empresa escolheu o local por ali ja ter sido palco de um trampolim demolido  há quase 50 anos, e também pela sua exuberante paisagem com vista para três belíssimos monumentos, o Corcovado, o Pão de Açúcar e o Museu de Arte Contemporânea (MAC), idealizado por Oscar Niemeyer, além de esta na segunda mais bela baia do mundo.

A estrutura de salto de ferro, acrílico e madeira terá três rampas em alturas diferentes, de 10, 20 e 27 metros. A de 10 e a de 20 são para treino e a de 27 para a competição. A rampa mais baixa equivale a mais alta do imponente trampolim do passado. Por isso, apenas os maiores nomes do mundo no esporte poderão saltar, demonstrando não só bravura, mas muita técnica e concentração. Calcula-se que a distância de 27 metros entre a plataforma e a água seja percorrida em apenas três segundos, com os atletas atingindo velocidades superiores a 85 km/h.
Ainda não estão confirmados os nomes de todos os competidores, mas a expectativa é a de que o paraense Jucelino Alves esteja entre eles. O brasileiro já participou de duas etapas da competição e demonstra empolgação com a primeira delas no país. “Tenho certeza que será uma das mais incríveis de todo o circuito”, diz.
O saudoso trampolim da praia de Icaraí foi construído em 1936 pela prefeitura, com o apoio da imprensa local e do Clube de Regatas Icarahy. Idealizado pelo engenheiro Luiz Frossati como um pássaro com asas abertas, ficava a cerca de 20 metros da areia, na altura da Rua Lopes Trovão. E foi demolido na década de 60 sob a justificativa de que oferecia perigo aos banhistas após ter sua estrutura comprometida pelas fortes ressacas.

Texto escrito por: Antonio Souto

Comentários

comentários

Categoria

Notícias

Deixe uma resposta