pilates2

Muitos já ouviram falar, outros nem tanto, uns tem curiosidade, outros acham que sabem o que é, mas nunca fizeram.Um método versátil que não tem idade. Antes era muito usado para quem tinha problemas na coluna, e ou idosos, que procuravam uma atividade física com menos impactos nos movimentos. Hoje jovens e adultos se renderam ao método e aos incríveis resultados.

Com um escopo um pouco diferente dos exercícios convencionais, o pilates vem ganhando espaço e mais adeptos na sociedade brasileira.São movimentos funcionais, focados na respiração eno abdômen. Pode ser feito através de aparelhos ou no solo. Os benefícios são muitos, entre eles: equilíbrio, fortalecimento muscular, concentração, alongamento e enrijecimento muscular. Um dos princípios fundamentais do método pilates é a contração do abdômen – powerhouse – considerado o centro de todo movimento. Quanto mais forte for a contração abdominal mais poderoso e eficiente é o resultado. Através dos exercícios conseguimos trabalhar várias partes do corpo simultaneamente, como perna, glúteo, abdômen e braço.

Como o pilates também trabalha com força e resistência,a dúvida entre ele e a musculação sempre surge. O pilates, ao contrário da musculação, não trabalha com pesos. As resistências são feitas com molas ou com o peso do próprio corpo. Outra diferença é que na musculação os movimentos e exercícios são mais rápidos que o do pilates, que, por outro lado, trabalha com poucas repetições, várias séries do mesmo exercício e mais controle dos movimentos. Por isso se ganha tonificação muscular com o pilates, mas sem grandes hipertrofias, como acontece na musculação.

Hoje vemos várias pessoas com um encurtamento muscular muito grande, além de um alongamento muito pequenoe um vício de respiração voltado para os movimentos feitos em academia. O pilates está aí para provar quenão, necessariamente, precisamos pegar peso para ficar com o corpo definido. Com o auxílio das molas temos uma maior intensidade dos exercícios, consequentemente, o esforço feito para o mesmo serámais forte.

Qualquer pessoa, com mais de 12 anos e em todos os níveis de condicionamento físico pode praticá-lo. Se você procura um exercício diferente, personalizado e com benefícios múltiplos para o seu organismo, não perca tempo, faça pilates e adquira uma qualidade de vida a longo prazo com o método.

Texto escrito por Natalia Machado

Comentários

comentários

Deixe uma resposta